Veja as razões que levam o Antúrio ficar com suas flores Amareladas.

Os Antúrios, (Anthurium) nome científico, são plantas nativas da América do sul, e são nas regiões tropicais que podemos encontrar das mais variadas espécies. O Antúrio pertence à família das Aráceas, sendo o maior gênero do grupo. As espécies chegam entre 600 a 800 espécies catalogadas, conforme pesquisa. O antúrio é uma planta ornamental, muito admirada pela beleza de suas flores que decoram e embeleza qualquer ambiente. Principalmente quando são colocados em ambientes internos, dando um toque refinado e colorido.

As cores dos antúrios as mais conhecidas são cores vermelho, mas tem outras cores como o branco, rosa, vinho, marrom, salmão e amarelo. De acordo com o cultivo podemos encontrar antúrios com cores mescladas com vermelho e branco, vermelho e amarelo e outras.

 

Cuidados necessários

O antúrio é uma planta que produz anualmente, e suas folhas variam entre 4 até 10 folhas por cada haste, podendo essas hastes crescerem, chegarem aproximadamente 65 centímetros, ou seja, de acordo com o comprimento das hastes, tem uma quantidade de folhas. Após um tempo em que as folhas vão sendo criadas, nasce uma flor, e para essa flor se manter viva, depende da temperatura e intensidade da luz. A quantidade de flores pode se multiplicar com uma adubação adequada de ácido giberélico, potencializando o crescimento das flores.

E falando em flores, aquela flor vermelha, que na verdade é uma folha, e a responsável pela polarização do conteúdo ao longo da espádice. Sobre a base dessas folhas que vemos na cor vermelha, desenvolve a (espiga) inflorescência. Ou seja, a flor que admiramos e cultivamos não é flor do antúrio e sim, mais uma folha, com a diferença que é dessa flor que vem a polarização pra outras folhas se manter vivas.

O Antúrio exige uma certa dose de cuidado, embora seja uma planta que possa ficar no interior, é recomendado que se faça a manutenção constante, para que a planta tenha seu ciclo de vida longa. Como todo ser vivente, as plantas também tem seu tempo de vida, por isso devemos ter um cuidado especial com o ambiente. Atenção para a humidade, luz e ao regar. Como toda a planta sendo sua localização no interior, o sol não pode ser diretamente em suas folhas, isso pode vir a queimar suas folhas e secar a espiga, acontecendo assim de morrer.

E quanto a temperatura, os antúrios não suportas mudanças constantes de temperaturas, por isso evite ficar trocando de lugares constantemente. Coloque o vaso em um determinado canto, e verifique a temperatura, pois não deve ser abaixo de 15ºC, sendo adequada com temperaturas entre 23 a 25ºC.

Os substratos usados nos antúrios devem ser de boa qualidade. O ideal que seja orgânico. Você pode usar a turfa, serragem, cascas do coco e cascas de ovos. Não sabe como fazer adubo orgânico caseiro? Não se preocupe! Estaremos fazendo uma matéria exclusiva de como fazer adubo orgânico em casa.

Folhas amareladas e quebradiças

Chegamos então no ponto crucial em que todos buscam saber. Por que as “flores” vermelhas ficam amareladas, ou as vezes ficam verde, como se fosse folhas comuns?

Esses problemas podem estar associados com as seguintes causas:

Uma maneira errada de regar, podendo ser rega excessiva encharcando o solo, ou escassa, deixando o solo seco demais, isso provoca a criação de fungos e o enfraquecimento do caule. Atacando diretamente a espiga, causando um amarelo envelhecido da flor. A falta de adubo, provoca o enfraquecimento do caule, e as folhas não reagem, morrendo antes de atingir seu tamanho ideal para abrir a espiga.

Ao analisar as folhas vendo que estão com manchas do lado avesso, isso pode ser a cochonilha, ou outras pragas como pulgões que são típicos aos ataques no mundo vegetal.

Você pode gostar de ler:

Aprenda a fazer adubo caseiro